TOBIAS BARRETO E A NAÇÃO BRASILEIRA À PARTIR DOS ESTUDOS ALEMÃES (1869-1888) E DOCUMENTOS PRESENTES NA BIBLIOTECA NACIONAL DO RIO DE JANEIRO

Janaina Cardoso Mello

 

Resumo

 

O artigo investiga o imaginário de matriz não-francesa que permeou a formulação da ideia de nação no Brasil da segunda metade do século XIX a partir dos estudos germânicos de Tobias Barreto, sergipano e bacharel em Direito pela Escola do Recife, ressaltando a documentação sobre o intelectual presente na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro. O corte cronológico situa-se entre 1869 e 1888, demarcando os primeiros contatos de Tobias Barreto com a literatura alemã e a produção de diversos textos no decorrer de aproximadamente duas décadas.

 

Palavras chave

 

Tobias Barreto, germanismo, nação.

 

  • Lee el artículo completo AQUÍ.

 

'TOBIAS BARRETO E A NAÇÃO BRASILEIRA À PARTIR DOS ESTUDOS ALEMÃES (1869-1888) E DOCUMENTOS PRESENTES NA BIBLIOTECA NACIONAL DO RIO DE JANEIRO' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

css.php
Need help with the Commons? Visit our
help page
Send us a message
Skip to toolbar