O “terceiro lugar” nas Três Lagoas de Flora Thomé

Daura Del Vigna Galvão, Paulo Bungart Neto

 

[PT]

 

Resumo

 

O artigo apresenta a escritora sul-mato-grossense Flora Thomé, que, através de poemas e crônicas memorialísticas, ultrapassa fronteiras do tempo e do espaço ao lançar-se em busca da memória coletiva de sua cidade natal, Três Lagoas. Inicialmente, fazemos uma retomada da origem diaspórica da escritora de origem libanesa, sujeito da enunciação. Depois refletimos sobre o hibridismo cultural que se deu em Três Lagoas, olocus da enunciação, que se formou a partir da intersecção de diversos povos e etnias que ali se estabeleceram em decorrência de movimentos migratórios nacionais e transnacionais. Procuramos mostrar como a cidade foi influenciada pelos processos diaspóricos, constituindo-se em “zona de contato”, “terceiro lugar” em que ecoam os balbucios poéticos de Flora Thomé, voz feminina, filha da diáspora, como os de um “planeta sem boca”, que se preocupa com questões existenciais tais como: de onde viemos? Para onde vamos? Para onde caminhamos?

 

Palavras chave

 

Memorialismo, Flora Thomé, diáspora, terceiro lugar.

 

 

[EN]

 

Abstract

 

The article presents the author Flora Thomé, a Brazilian writer who, through memorial poems and chronicles, crosses borders of time and space to pursuit the collective memory of her hometown, Três Lagoas (state of Mato Grosso do Sul, Brazil). First, we discuss the origin of the diasporic writer of Lebanese ancestry, the subject of enunciation. After reflecting on the cultural hybridity that took place at Três Lagoas, the locus of enunciation, which was formed from the intersection of diverse peoples and ethnic groups who have settled there as a result of national and transnational migrations. We show how the city was influenced by diasporic processes, constituting a “contact zone”, a “third place” in which echoes the poetic babbling of Flora Thomé, female subject, the daughter of the diaspora, as a “place without voice” that is concerned with existential questions such as: where did we come from? Where do we go? Where should we go to?

 

Keywords

 

Memories, Flora Thomé, diaspora, third place.

 

  • Lee el artículo completo AQUÍ.

 

'O “terceiro lugar” nas Três Lagoas de Flora Thomé' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

css.php
Need help with the Commons? Visit our
help page
Send us a message
Skip to toolbar