“A VISÃO MAIS CLARA DAS COISAS”

Susana Margarida Rosa

 

Resumo

 

A poesia de Cesário Verde, desde a sua primeira publicação em 1887, tem sido destacada pela crítica pela sua natureza singular. Tendo constituído objecto das mais variadas interpretações, não ocupa ainda hoje uma posição histórico-literária pacífica. O exercício de leitura que se apresenta pretende reflectir sobre possibilidades que justifiquem essa controvérsia, tendo como base o facto de Fernando Pessoa ter nomeado Cesário como um dos seus mestres portugueses. Crê-se que, nos motivos que o terão levado a essa classificação, residem alguns conceitos fundamentais para o esclarecimento da questão.

 

Palavras chave

 

Poesia Portuguesa séc. XIX, Cesário Verde, Fernando Pessoa.

 

  • Lee el artículo completo AQUÍ.

 

'“A VISÃO MAIS CLARA DAS COISAS”' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

css.php
Need help with the Commons? Visit our
help page
Send us a message
Skip to toolbar